Quer receber mais amor? Conheça os 8 tipos de amor

8 tipos de amor

Quer receber mais amor? Conheça os 8 tipos de amor (segundo a Grécia Antiga)

28 de Maio de 2021

A maioria de nós pensa (e sonha) o amor como um sentimento romântico, arrebatador, que nos faz cair para o lado de tanta paixão e que nos deixa com borboletas no estômago - mas para os Gregos este era apenas um dos tipos de amor.

Pode ser fácil sentir que se está a ficar para trás nisto do amor se não for daqueles casais que se olham romanticamente ou que não deixam a mão um do outro. A nossa sociedade vive tão obcecada pelo amor romântico que o coloca acima de outras relações ou emoções que possamos experimentar, mas não era esta a ideologia da Grécia Antiga.

A nossa ideia de amor é uma construção cultural. Se quiser mais amor na sua vida, amplie a sua compreensão desta emoção e conheça um dos oito tipos de amor que o Felizes.pt lhe apresenta hoje:

1 - Eros (Amor Apaixonado)

Tem como origem o deus grego da fertilidade, Eros, e é o que melhor define o conceito moderno de amor romântico. Eros é o principal, original, poderoso e intenso. É guiado pela luxúria, prazer e paixão - e muitas vezes envolve uma perda de controlo. Por esta razão, os Gregos Antigos não associavam necessariamente este tipo de amor a um amor bom - poderia até ser perigoso, a menos que apoiado por um dos tipos de amor menos superficiais de que vamos falar abaixo.

2 - Ludus (Amor Divertido)

Muitas vezes associado ao Eros, Ludus é um tipo de amor e afeto divertido que se sente durante a fase inicial de uma relação. Ri-se, brinca-se, namora-se. Mas também pode sentir Ludus quando se ri e diverte com amigos, quando dança com estranhos ou quando se envia mensagens online em plataformas como o Felizes.pt. É aquele “nervoso bom” que nos faz sentir jovens e eufóricos.

3 - Philos (Amor Próprio)

“Se eu não gostar de mim, quem gostará?”. Amar-se a si próprio é a base de tudo e, principalmente, a base para amar outras pessoas. Ter orgulho no seu trabalho, cuidar de si próprio e manter uma relação saudável consigo mesmo são algumas das características do Philos. As pessoas com aversão a si mesmas têm, muitas vezes, pouco amor para dar - afinal de contas, não se pode “amar o próximo como a si mesmo” sem que se ame a si mesmo primeiro. Mas esta forma de amor também pode ter um lado negativo: o narcisismo e o egoísmo. Esta ideia grega antiga é definida pela auto-obsessão, vaidade e um foco claro no ganho pessoal.

4 - Mania (Amor Obsessivo)

Um Eros desequilibrado e um Philos que não é saudável podem facilmente fomentar a Mania - ou loucura. Comportamentos de perseguição, co-dependência, ciúmes extremos e violência são todos sinónimos deste tipo de amor. O amor pode ser um “bálsamo” para a auto-estima e os que sofrem de Mania estão desesperados por manter o sentido de valor e pertença que o parceiro desejado proporciona.

5 - Pragma (Amor Comprometido)

Algo que as relações duradouras e saudáveis têm, uma profunda compreensão e harmonia única entre duas pessoas. Enquanto Eros encontra o amor, Pragma dá o amor e a paciência, sendo que a tolerância e o compromisso são dele elementos essenciais.

6 - Storge (Amor Familiar)

Aquele amor natural entre pais e filhos, Storge é um carinho familiar frequentemente associado ao parentesco. Envolve normalmente uma relação desequilibrada onde o fluxo de amor é assimétrico ou até mesmo unilateral. Nascido da familiaridade e dependência, Storge é um amor incondicional - uma força muito poderosa que também pode ser gerada entre amigos, patrões e colegas de trabalho e até entre donos e os seus animais de estimação.

7 - Philia (Amizade Amor)

Philia é o amor entre iguais que partilham boa vontade uns com os outros. Os Gregos Antigos valorizavam este tipo de amor em relação a todos os outros. As características deste profundo sentimento de amizade incluem lealdade, partilha de emoções (boas e más) e um sentimento de sacrifício partilhado. Philia é uma companhia honrada, irrepreensível e íntima que tem o poder de transformar o Eros da luxúria em compreensão espiritual.

8 - Ágape (Amor Compassivo ou Piedoso)

Ágape é um tipo de amor desinteressado e incondicional por todos: vizinhos, estranhos, todos. No plano espiritual, é a forma mais elevada de amor - e a mais escassa na sociedade de hoje. A empatia alimenta o amor Ágape, que é dado livremente sem quaisquer desejos, expectativas ou julgamento.

No Felizes.pt, gostamos de promover o amor, no mais puro e bom dos seus sentidos e gostamos também de o partilhar consigo. Qual o seu tipo de amor ideal? Partilhe connosco!



 
5 Comentários

CLEIDE BIGUINATI
Há 3meses

SIM ADORO TUDO SOBRE AMOR VERDADEIRO QUERO CONHECER ALGUÉM COMO EU TAMBÉM.

Luci Liboreiro Da Silva
Há 3meses

Estou feliz Acho que encontrei aqui no felizes o meu grande amor. Já tivemos até nossa primeira briga (discordância)de amor, estou aqui justamente para encontrar alguém bacana, companheiro, amigo,para compartilhar sua vida comigo, e podermos viver nossa velhice juntos, espantando a solidão.

jose heriques batista fernades
Há 3meses

gostava de arajar uma sehora que quisece faser vida adois ter uma vida fenis que gostase se amada sou reformado da cambra municipal de lisboa sou devorsiado taho caza posta taho 64 anos pretidia que me respodencem hobrigado nada de bricadeiras que nao gosto sou respeitador gosto que me respeitei tambem boa noite hobrigodo jose heriques

Belmira Dias
Há 3meses

Gostava de encontrar um homem livre de tudo não fumador que não bebesse até cair.boa aparência um Amor para o resto da minha vida já sofri muitos anos até que os filhos tivessem a vida deles agora á,15,Anos a viver só pelo passado trabalho casa tenho falta de um carinho dar um passeio de mão dada vejo é muito bom .so aparece pessoas que não querem uma relação seria e de muito longe para brincar muito crianças.queria encontrar idade..55,,até 65,,sou de Braga uma destacia de,,,30quilómetros.agradeço o meu desabafo peço desculpas?

Leila
Há 3 dias

Pragma serio o amor que eu gostaria de encontrar.

Inserir comentário

Inserir