Felizgramas

Telegramas de amor

Felizgramas: os telegramas de amor para enviarmos a quem nos faz falta

17 de Abril de 2020

Telegramas de amor: quem os não tem, devia ter! São mensagens escritas à moda antiga, que durante muito tempo alimentaram histórias de amor à distância, numa altura em que não existiam Smartphones ou videochamadas. O seu formato atingiu o auge em pleno século XX e é impossível de esquecer - os telegramas eram ditados oralmente a um operador que, em lugar da pontuação, usava o termo internacional STOP (cujos caracteres não eram cobrados) para fazer as pausas do texto.

Os tempos que correm fazem lembrar essas épocas em que a distância vencia quase sempre, pelos mais variados motivos. Histórias de amor que sobreviveram anos a fio através destas mensagens que reconfortavam a alma de quem as enviava e de quem as recebia, mostrando que há sempre forma de fazer com que o amor prevaleça, apesar da ausência de um beijo ou de um abraço. Foi a partir deste exemplo eterno de força e perseverança que o Felizes.pt decidiu apelar à nostalgia dos mais velhos e dar a conhecer aos mais novos esta forma de comunicação, em tempos de Covid-19.

À sua própria versão de telegramas de amor, a equipa do Felizes.pt quis chamar Felizgramas e propôs-se a lançar um desafio para todos os que, atualmente, estão confinados nas suas casas, em isolamento social. A ideia passa fundamentalmente por espalhar amor nas redes sociais e colmatar a distância através de mensagens cheias de significado.

Felizgramas: como enviar o seu?

Olá meu amor STOP Vou aguentando STOP com muitas saudades tuas STOP Corro
para ti STOP Em breve estaremos juntos STOP

O desafio é muito simples: escrever o melhor telegrama de amor de sempre, dirigido ao marido, à mulher ou à namorada, mas também aos pais, avós, primos, tios, comerciais, aos profissionais de saúde, aos presentes e até aos ausentes. O único limite são mesmo os 400 caracteres (incluindo espaços) para dizer tudo o que lhe vai na alma.

No seu perfil pessoal do Instagram, só é preciso publicar uma fotografia da pessoa a quem quer dedicar o seu Felizgrama, escrever a sua mensagem de amor na descrição, usar os hashtags #felizespt e #felizgrama e identificar a conta de Instagram do Felizes.pt (@felizespt). A data limite para participar é dia 30 de abril e os cinco melhores serão depois anunciados pela equipa, numa fase posterior e através das redes sociais (Facebook e Instagram).

3,2,1...play em conjunto, mas à distância!

Um Felizgrama dirigido a quem se ama em épocas de pandemia pode ser o melhor dos antídotos contra o mais potente dos vírus. E, para combater a distância, há que reinventar costumes e hábitos da melhor maneira possível. Já viram aquele episódio pendente da vossa série preferida ou um filme em conjunto, mas cada um em sua casa e através das redes sociais ou de videochamada?

Caso ainda não o tenham feito, ainda vão a tempo de o fazer porque, os 5 melhores Felizgramas, além de serem publicados nas redes sociais do Felizes.pt, também ganham 2 vouchers Netflix para verem filmes e séries com as pessoas de quem gostam, à distância.

É num momento de crise que a magia acontece, muitas vezes através de mensagens e simples palavras que perduram no tempo e que, escritas no momento certo, revelam ser força e inspiração. Os Felizgramas são sobre o amor, sobre a coragem, sobre o agora que só virá depois, sobre apagar as distâncias nem que seja por um momento e sobre a esperança de que o amanhã terá ainda mais sentido e significado ao lado daqueles que gostamos.

Queremos muito receber o seu Felizgrama STOP no @felizespt STOP


Consulte as bases legais do passatempo aqui.



 
1 Comentário

Maria
Há 3meses

Bela ideia! STOP :) não tenho conta instagram mas vou acompanhar STOP Beijinhos *** STOP

Inserir comentário

Inserir