Como iniciar uma conversa e tornar os momentos sociais mais confortáveis

Como iniciar uma conversa e tornar os momentos sociais mais confortáveis?

Como iniciar uma conversa e tornar os momentos sociais mais confortáveis?

17 de novembro de 2022

Conversas em ambiente social podem facilmente tornar-se no maior pesadelo para os mais introvertidos. É nestes momentos que o nosso cérebro se pode virar "contra" nós, e começar uma montanha russa de overthinking (pensar demasiado). Será que foi incómodo? Achou a outra pessoa interessante? A outra pessoa achou-me interessante? Ficou contente por ter tido a conversa? Está na hora de esquecer todas estas dúvidas e focar-se no presente.

Quer iniciei uma conversa num evento, esteja a começar a conhecer um amigo de um amigo que nunca conheceu antes numa festa, ou simplesmente numa conversa de elevador, existem algumas dicas e formas de tornar estes momentos mais positivos e orgânicos:

1. Seja corajoso, preocupe-se menos

Mesmo que seja desconfortável, seja corajoso e avance sem medos! A pessoa provavelmente vai gostar de si mais do que pensa, e os dois vão acabar por gostar deste momento também mais do que tinha inicialmente idealizado. Não tenha medo de falar com alguém que, à primeira vista, seja diferente de si. Quando temos uma conversa com alguém com uma visão da vida diferente da nossa, essa pode ser uma experiência bastante enriquecedora e interessante.

2. Seja curioso

Faça perguntas. Geralmente, as pessoas que fazem mais perguntas são mais apreciadas e acarinhadas pelos seus parceiros de conversação do que as pessoas que fazem menos perguntas e estão apenas preocupadas em falar sobre si mesmas. Uma pergunta pode ser o início de uma conversa ou simplesmente a chave para que ela continue. Já ouviu a expressão "Perguntar não ofende"? Tenha-a sempre presente consigo nestas situações.

3. Não tenha medo de quebrar padrões

Esqueça as perguntas aborrecidas (qual a sua profissão, onde mora, etc), e faça perguntas que farão o seu parceiro de conversa pensar, isto poderá tornar o momento bastante mais envolvente. Quer sejam perguntas, respostas ou afirmações, seja sempre você mesmo. As pessoas esperam que seja autêntico para terem a coragem de ser elas mesmas também.

4. Faça elogios

Fazer um elogio desvia o foco para o outro e faz com que a outra pessoa se sinta bem. Quando se trata de ansiedade em ter conversas com pessoas que não conhecemos, tendemos a estar muito na nossa cabeça, a pensar demasiado no que estamos a fazer mal. Nesses momentos, concentrar a atenção na outra pessoa pode ajudar a relaxar.

5. Falem sobre algo que ambos têm em comum

Pelo menos uma coisa têm em comum, estão no mesmo espaço e tempo. Mas não tenha medo de escavar um pouco mais e encontrar coisas mais interessantes para dizer: talvez sejam do mesmo sítio, talvez tenham algum amigo em comum, talvez até tenham interesses semelhantes. Temos a tendência de subestimar as nossas diferenças, quando talvez sejamos mais parecidos do que pensamos, só não sabemos se não perguntarmos!

6. Não tenha medo de falar com desconhecidos

Quanto mais o fizer, mais facilmente aprenderá a ter uma boa conversa. Afinal de contas, não conhece a pessoa, é possível que nunca mais se voltem a cruzar. Utilize estes momentos para aperfeiçoar as suas skills e confiança. Uma situação destas pode suscitar algum medo de rejeição social - que a pessoa não reaja de forma positiva ou o ignore. Mas alguns estudos comprovam exatamente o contrário, as pessoas estão mais predispostas a começar um diálogo, quando iniciado por outra pessoa.

7. Não deixe que os momentos constrangedores o deitem abaixo

Não se iluda, o mais provável é que ao inicio, a conversa seja constrangedora e que sinta que é forçada. Mas, à medida que a conversa continua, o momento começa a fluir e acaba por se tornar uma conversa verdadeira e honesta. O importante está em não desistir, persistir e não se deixar ir abaixo com um início desconfortável. As melhores conversas surgem quando menos esperamos.

Com as táticas certas de conversação, alguns truques e sugestões de linguagem corporal, aproximar-se de novas pessoas é uma habilidade que qualquer pessoa pode dominar. Não se deixe levar pelo medo e comece já a treinar com a pessoa que tem ao seu lado. Em 3, 2, 1, agora!

Felizes.pt



Partilhar no FacebookPartilhar
 
0 Comentários

Inserir comentário

Inserir